quinta-feira, 31 de julho de 2008

COBRE-BICO









Olha só que peça legal... a nossa amiga Vânia , foi quem passou.
Eu achei um charme.







TOALHINHA







BORDEI ESTA TOALHINHA PARA DAR DE PRESENTE À ALICE.


ACHEI UMA GRAÇA ESTES GOLFINHOS.

terça-feira, 22 de julho de 2008

COCORICÓ







Ontem levamos nossa filha ao Shopping para assistir uma apresentação da Turma do Cocoricó... chegamos uns 20 minutos antes de começar... ainda bem...



Que DECEPÇÃOOOOOOOOO, nunca vi bichos mais feios... e pior... que palhaçada...



Ficamos ouvindo as músicas e vendo as pessoas que tinham uma senha, tirarem fotografia com os personagens.



Lado bom: Minha filha até chorou de emoção... quando ela viu o Astolpho entrando... olhou pra mim, bateu palma, chamou o papai e com lágrimas correndo dos olhos ria sem parar.





segunda-feira, 21 de julho de 2008

MIMO


Ganhei este mimo da minha amiga Edilene.
Obrigada Amiga.
Felicidades à você.
Ofereço à todas as amigas que passarem por aqui.
Beijos

sexta-feira, 18 de julho de 2008

terça-feira, 15 de julho de 2008

DECOUPAGE


Meu marido trouxe este guardanapo de lembrança, para não deixar num canto qualquer um decoupagem ajuda muito...
Coloquei na latinha que agora servirá para colocar sachês, ou até mesmo Petit four.




quarta-feira, 9 de julho de 2008

9 ANOS


Hoje (10/07) estamos comerando um dia muito especial.
Daqueles que nunca se esquece...
Nunca se apaga da memória...Aniversario de nosso casamento...

Muitas deficuldades enfrentamos na vida...Muitas lutas vencemos juntos;
isso é uma demonstração de amor,carinho, perseverança...


E neste dia bonito e alegre,que comemoramos nosso aniversário de casamento,quero desejar tudo de mais lindo em sua vida.
E que nosso casamento dure por muitas eternidades...

Catia.

BARRADINHO




Barradinho?

Barradão!!!!

Mas que fica chique fica....

eu amo estes barrados.

BARRADINHO




BLUSA DE TRICÔ


É bem simples de fazer.

SAIA SUPER ELEGANTE




CAIXA MULTIUSO




Na Revista da Nestlè tem o passo-a-passo... é bom que a gente evita de enviar mais um lixinho ao meio-ambiente e ainda aproveita pra guardar algumas coisinhas...

PORTA-TESOURA




A Vania passou o gráfico e eu fiz.


Faltam somente alguns detalhes.

DOBRADURA

Na semana do centenário do Japão no Grupinho que participo teve um desafio, enviar coisas que lembrassem o Japão, uma de nossas colegas enviou essa dobradura TSURU o pássaro que simboliza a saúde, penei... mas conseguiiii.

GARRAFA TÉRMICA DECORADA




O enxoval da minha filha teve como tema borboletas, bonecas e flores e tudo rosa e branco... olha só a garrafa térmica...

FERIADO EM SÃO PAULO, 09 DE JULHO

Dia da Revolução Constitucionalista de 1932
Em 9 de julho de 1932, rebentou a Revolução Paulista. São Paulo já possuía um governante civil e paulista, de modo que a grande reivindicação era a constitucionalização do país.O Estado do café se levantou contra a Revolução de 30 e os políticos paulistas, sobretudo os dirigentes do PRP (Partido Republicano Paulista), não se conformaram com a vitória da Revolução. A nomeação de um interventor em São Paulo, propiciou-lhes motivos para o desencadeamento de uma grande propaganda contra o governo federal, na qual se destacavam lemas bem elucidativos: "São Paulo conquistado!", "São Paulo dominado por gente estranha!", "Convocação imediata da Constituinte!", "Tudo pela Constituição!"

segunda-feira, 7 de julho de 2008

SEMANINHA EM CROCHÊ




Esse barrado fiz graças ao gráfico que a Cíntia do blog Doce Pontinhos me presenteou... ainda estou terminando... eu faço só sei fazer o crochê... essa pintura foi feita por minha sogra Dona Hercília. Para não deixar ninguém triste terminei o sábado e dei pra minha mãe pintar. kkkkk.


FELIZ ANIVERSÁRIO


Ontem foi aniversário da minha amada irmã Cíntia, fiz pra ela uma latinha, ficou legal e acho que ela gostou... além disso dei outras coisas, mas sempre tem que ir um artesanato, não acham?

O lema é: Dê artesanato de presente.

quarta-feira, 2 de julho de 2008

NOSSOS VELHOS



Pais heróis e mães rainhas do lar.

Passamos boa parte da nossa existência cultivando estes estereótipos. Até que um dia o pai herói começa a passar o tempo todo sentado, resmunga baixinho e puxa uns assuntos sem pé nem cabeça.

A rainha do lar começa a ter dificuldade de concluir as frases e dá prá implicar com a empregada. O que papai e mamãe fizeram para caducar de uma hora para outra?

Fizeram 80 anos. Nossos pais envelhecem.

Ninguém havia nos preparado pra isso. Um belo dia eles perdem o garbo, ficam mais vulneráveis e adquirem umas manias bobas.

Estão cansados de cuidar dos outros e de servir de exemplo: agora chegou a vez de eles serem cuidados e mimados por nós, nem que pra isso recorram a uma chantagenzinha emocional.

Têm muita quilometragem rodada e sabem tudo, e o que não sabem eles inventam.

Não fazem mais planos a longo prazo, agora dedicam-se a pequenas aventuras, como comer escondido tudo o que o médico proibiu.

Estão com manchas na pele. Ficam tristes de repente. Mas não estão caducos: caducos ficam os filhos, que relutam em aceitar o ciclo da vida.

É complicado aceitar que nossos heróis e rainhas já não estão no controle da situação. Estão frágeis e um pouco esquecidos, têm este direito, mas seguimos exigindo deles a energia de uma usina.

Não admitimos suas fraquezas, seu desânimo. Ficamos irritados se eles se atrapalham com o celular e ainda temos a cara-de-pau de corrigi-los quando usam expressões em desuso: calça de brim? frege? auto de praça? Em vez de aceitarmos com serenidade o fato de que as pessoas adotam um ritmo mais lento com o passar dos anos, simplesmente ficamos irritados por eles terem traído nossa confiança, a confiança de que seriam indestrutíveis como os super-heróis. Provocamos discussões inúteis e os enervamos com nossa insistência para que tudo siga como sempre foi.

Essa nossa intolerância só pode ser medo. Medo de perdê-los, e medo de perdermos a nós mesmos, medo de também deixarmos de ser lúcidos e joviais. É uma enrascada essa tal de passagem do tempo.

Nos ensinam a tirar proveito de cada etapa da vida, mas é difícil aceitar as etapas dos outros, ainda mais quando os outros são papai e mamãe, nossos alicerces, aqueles para quem sempre podíamos voltar, e que agora estão dando sinais de que um dia irão partir sem nós.
Martha Medeiros

PROMOÇÃO


É incrível, mas é verdade!!!

Sabe aquele cachecol colar que a Elaine ensinou na Promoção de Aniversário?

Pois é, a Edilene fez um pra participar, e vai sortear pra quem passar por lá e deixar um recado .

FICOU UM CHARMEEEE. E ROSA... TUDO DE BOM

Arquivo do blog