sábado, 15 de outubro de 2011

Também fui professora

Há quem dia que quem um dia foi nunca deixará de ser!!!



Nos meus 14 anos decidi que estudaria para ser professora, pra falar a verdade acho que com 14 anos ninguém tem maturidade suficiente para decidir por uma profissão ainda mais "educadora", mas já que me foi permitida à escolha, escolhi por ela.
Não foi fácil, confesso que não foi, minha mãe ainda teve que voltar duas vezes na escola e mudar de curso. Mas depois acabei optando pelo Magistério.

Me lembro do 1º dia de aula - sala 13 - do bloco A - Colégio Ayres de Moura - Professora Kohama - aula de Biologia - subimos para a aula e ficamos na porta aguardando a professora; neste momento conheci minha grande amiga - Noemi - que lembrança boa deste tempo; e digo com orgulho - a Noemi é minha amiga; lá conheci muitas outras amigas; e tinha aquelas que já tinham uma idade considerável e nos olhavam com "rabo de olho" como que dissesse: "o que estas menininhas estão fazendo aqui?"

O tempo foi passando e quatro anos foram num piscar de olhos, estágio, avaliações, aulas de metodologias e sonhos sendo formados e planejados. Me formei e no dia do meu aniversário foi minha colação de grau ... no outro ano já estava matriculada no cursos de Pedagogia e lá estavam minhas amigas do magistério: Noemi e Marilú; nos formamos e agora Pedagogas com uma bela missão à trilhar.

A Noemi desde os tempos do magistério lecionava, eu não. Eu era mais cabeça dura e optei por trilhar outras trilhas e trabalhei em diversas áreas além do Magistério, eu achava que de nada adiantava ficar chorando e reclamando por péssimos salários, eu poderia arriscar em outras áreas;

Lecionei, minha primeira experiência foi numa escola de treinamento para menores - e minha primeira turma era composta por 40 alunos de 15 à 17 anos e eu tinha apenas 18 anos ... que responsábilidade! Trabalhei com crianças de pré-escola, ensino fundamental, enfim, posso dizer que minha carreira de magistério foi compensadora, adquiri experiência e muitas e muitas amizades.

Hoje minha homenagem também vai para aquelas que fizeram parte da minha formação: D. Dirce Furtunatto, minha 1a. professora; D. Mirian (me fez algo que poderia ser um trauma para uma criança no 1o.dia de aula, me fez apagar toda lição somente porque não pulei linha e pior meu caderno tinha a primeira folha rasgada e com um X enorme simbolizando um erro); Kohama, Maria Tereza, Antonio Carlos, Benedito, Chain, Fátima, Forfé, e por ai vai ... etc... etc... etc ...

Peço à Deus que abençoe e proteja todos os professores.

Beijos

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Feliz Dia Crianças sempre

Ontem mais um dia de comemorações.

Acordamos cedo e fomos dar muitos beijos na nossa criança... como este dia foi esperado.

Ela contava nos dedos para poder receber seus presentes embora receba presentes sem data marcada ... nem gostamos muito destas datas estipuladas ...

Como o papito foi trabalhar fomos para a casa da vovó Luzi ... lá poderia ter um dia diferente do que se ficasse em casa.

Ganhou muitos presentes e carinhos.

Jogos, pricesas, chinelos decorados, bicicleta, manta da Barbie, Barbies ...etc e o mais importante muito mais muito amor.

sábado, 8 de outubro de 2011

Sexta-feira - Pediatra - e algo mais


Ontem fui levar minha gatinha à mais uma consulta com a Pediatra, além de ser consulta de rotina desde 3a. feira as coisas não estavam "normais": um pouquinho de febre, dorzinha na garganta ... aproveitei.
Antes de chegar à Pediatra passamos numa loja de departamentos para passar o tempo já que fomos direto da Fono e ai vi que não fiz um bom negócio em entrar nesta loja. Era uma chuva de Barbies ... de todo tipo para todos os gostos e bolsos, roqueira, pediatra, veterinária, ciclista ... enfim e não é que a Mafê queria que comprasse uma ontem!

E pior veio com uma que me fez pensar um pouco:
"Mamãe você não sabia que loja não foi feita pra entrar e só ficar olhando? Tem que comprar também?"
Poxa que lição ... claro que tinha um bom motivo esta explicação.
Ela está colecionando estes panfletos de promoções e marca os preferidos, sábado meu pai esteve aqui, e ela quietinha pegou um dos panfletos e mostrou com o dedinho, sem falar nada, um patins da Barbie. (Meu Deus que horror... pedindo um brinquedinho para o vovô).
Resisti aos pedidos e fomos à Consulta.
A Dra. Renata é sempre uma fofa e uma excelente profissional, disse que a Mafê cresceu e na mesma proporção emagreceu, mas que está bem. Questionou o fato de não gostar de carne vermelha mas com um pensamento legal, pelo menos uma vez por semana tentar inserir na alimentação. Pediu alguns exames e receitou alguns medicamentos para a garganta.
Na volta para casa um show a parte ... chorava porque queria ir à escola, estava com saudades das amiguinhas e da tia. Eu disse que poderiamos brincar em casa, que ficaria com ela brincando do que quisesse, mas ela disse que aqui em casa não tem escorregador ... vai entender estas crianças ... sei que daqui um tempo vai chorar para não ir.

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Férias

Este ano nossas férias tomaram um rumo diferente ... fomos para o estado de Goias.
Foi muito gostoso, apesar do calor indescritivel posso dizer que foi demais.
Primeiro ficamos em Goiania e lá vimos que o povo daquela cidade sabe acolher seus visitantes, é de um carisma tão grande que até é de se estranhar.
Nos dois primeiros dias a Maria Fernanda estranhou o clima e nem ficou muito bem, reclamou de dores na barriga.
Jantamos num excelente restaurante chamado Tucunaré na Chapa - eu amooo peixe mas os de água salgada, os de água doce tenho um pouco de cisma de ter gosto de terra, mas não é que me enganei ... este restaurante trabalha de um modo que nem sei como conseguem deixar um peixe tão saboroso.
Adorei.
Depois fomos à Caldas Novas - GO - ai o paraiso foi encontrado ... uhhhh que delícia esquecer dos problemas, do stress, do corre-corre naquelas águas quentes ... foram dias maravilhosos ... recomendo à quem queira ir para um lugar agradável e bem sossegado ir à Caldas Novas ...

Conheci tanta gente legal que nem sei se posso mencionar aqui pois corro o risco de esquecer alguém.
Também conheci meus novos amigos de Goiania que já conhecia pela Internet: Janete, Lucélia e Ricardo e também: Frederico e Paulo (filho e esposo da Janete).

Arquivo do blog